Faker diz que gasta menos de R$600 por mês, mesmo com salário milionário

by

Considerado por muitos o melhor jogador de League of Legends, o sul-coreano Lee “Faker” Sang-hyeok é uma pessoa que gosta de economizar seu dinheiro. Mesmo com um contrato anual estimado em quase R$ 8 milhões com a South Korea Telecom Team #1 (SKT T1), o tricampeão mundial comentou em uma entrevista que não gasta mais de 200 mil wons sul-coreano (cerca de R$ 584) por mês.

Conversando com o site OSEN, Lee “Faker” disse que são seus pais que cuidam do planejamento financeiro e explicou os motivos para não gastar muito. “O time cuida de várias coisas, o que me faz pensar que escolhi o rumo certo para a minha carreira”, comenta. “Os livros que eu gosto são frequentemente dados pelos fãs. Não há muito no que eu precise gastar”, completa.

Lee também comentou sobre outros pontos durante a entrevista, como o interesse em garotas e como ele desenvolveu seu nickname. Sobre garotas, ele comentou “Talvez eu precise de uma namorada nesse período da vida, meu eu não me importo também se eu não a tiver”, fala.

Sobre o nickname, ele disse “Normalmente penso muito no meu ID, eu acho que usei o ID 고전파 (que se traduz como “clássico”) quando eu era amador”, ele completa “O mesmo vale quando me tornei pro-player, eu queria uma palavra impactante e legal ao invés de apenas uma palavra normal. É outro nome com qual me identifico. Eu queria que fosse legal do começo ao fim, e “Faker” era o nome que eu criei para realmente mostrar quem eu sou”.

A equipe SK Telecom renovou o contrato com o jogador em novembro de 2016 explicando que foi o “mais caro” na história dos e-Sports. Logo após, rumores apontaram que o valor fechado foi de US$ 2,5 milhões ao ano, o que daria um salário mensal de quase R$ 643 mil.

Faker tem o maior salario do cenário de League of Legends com cerca de 2,5 milhões de dólares ao ano. (Foto: Reprodução)

Comments

comments