Depois da Nintendo com o Wii U, Playstation 4 é o segundo console da nova geração a ser apresentado

by

ps4[1]

Durante o evento PlayStation Meeting que aconteceu ontem a noite em NY, a Sony divulgou alguns detalhes de seu novo c0nsole para a próxima geração, o playstation 4.

Foram revelados suas especificações, seus gadgets e jogos, menos o que todo mundo esperava ver, o PS4 em si e seu design. Segundo o Shuhei Yoshida, presidente dos Sony Worldwide Studios, essa ação teve o intuito de manter o público interessado “Queríamos explicar o que fizemos com o DualShock 4, mas quanto ao sistema em si, temos que guardar alguma coisa para mais tarde. Caso contrário ficariam aborrecidos nas próximas apresentações,” disse Yoshida.

Com as informações que foram reveladas, porém, é possível ter base para falar de como será a próxima geração de consoles caseiros que adentrarão a sua casa a partir desse ano.

 

Especificações

Os detalhes do novo PS4 foram surgindo logo no começo do evento. Para começar, o novo console se chamará oficialmente Playstation 4, e não Orbis como chegou a apontar alguns rumores.

A imagem do controle que vazou a alguns dias antes da conferência realmente era a imagem do controle oficial, o DualShock 4, que agora conta com um touchpad central e um novo botão, o Share, onde será possível compartilhar um vídeo streaming ao vivo de suas partidas, ou convidar um amigo para jogar com você ao vivo e em tempo real. Um chip de processamento estará disponível no console apenas para cuidar dessa parte ‘social’ do console e partilhamentos de vídeos em tempo real. O novo controlador também vem com as funcionalidades do Playstation Move integradas.

rjfpla2b[1]

 

 

Outras novidades no DualShock 4 é a presença de uma saída de som e para fones no controlador, analógicos remodelados e mudanças ergonômicas para melhorar o desempenho dos jogadores nas partidas com conforto.

Sobre o poder interno do PS4, ele virá equipado com um processador personalizado em um chip, com oito núcleos de CPU AMD Jaguar x86-64, e engine gráfica baseada em AMD Radeon de próxima geração com 1,84 TFlops, com arquitetura de PC, 8GB de memória GDDR5 (avanço significativo se comparado ao console anterior, o PS3 ou mesmo o X360 são equipados apenas com 512MB de ram), disco rígido embutido, ainda não divulgado sua capacidade, leitor de Blu-Ray (6x) e DVD (8x), USB 3.0 e portas auxiliares, Gigabit Ethernet, Wi-Fi 802.11 b/g/n e Bluetooth 2.1, saída HDMI, saída analógica AV e saída S/PDIF óptica de áudio, câmera PlayStation Eye 4, com duas câmeras 1280 x 800, lentes de foco fixo f/2.0, campo de visão de 85 graus, distância mínima de 30 cm para foco, conjunto de microfones com quatro canais.

 

Sem retrocompatibilidade

Uma outra questão bastante comentada durante os meses de especulações foi a retrocompatibilidade do console com seus irmãos mais velhos, que por fim veio ao chão.  O PS4 não será compatível com os jogos antigos do PS1, PS2 ou mesmo o PS3, devido a sua nova arquitetura de processamento. A sony busca resolver o problema por meio de serviços de jogos na nuvem, onde os jogos seriam disponibilizados para a nova plataforma, algo como acontece hoje em dia com jogos do PS1 e PS2 disponíveis na PSN para o PS3. É ai onde entra o Gaikai, empresa de jogos na nuvem que foi adquirida ano passado pela Sony.

 

Inovações?

Muito é questionado se a nova geração se faz valer a pena e se haverá significantes inovações que o farão migrar de uma plataforma a outra.

Inicialmente, é difícil responder essa questão em um início de um novo ciclo para os consoles. Na apresentação da atual geração em 2005, muito pouco de novo foi introduzido além de uma significativa melhoria gráfica e outros pequenos ajustes, com exceção a Nintendo que trouxe a inovação para os seus controladores e sistemas de movimento até então inéditos nos consoles, deixando a parte gráfica em segundo plano. No entanto, ao decorrer dos anos, novas tecnologias foram introduzidas e estão buscando aperfeiçoamento, como é o caso do Kinect para o Xbox 360, e o PS Move do PS3, porém ambos ainda tem muito o que melhorar e aparentemente é nisso que as empresas apostam nesse começo da nova geração de consoles. Muitas surpresas ainda estão por vir, isso é fato.

 

Integração com o PS Vita

O console portátil da Sony até agora não mostrou muito a que veio, com poucos jogos em seu portfólio e suas vendas muito aquém do esperado. Com a chegada do PS4 o portátil ganhará uma nova função, já familiar a quem conhece o Nintendo Wii U, poderá ser usado para streaming direto de jogos, ou seja, poderás abandonar sua tv e jogar seus jogos direto no Vita.. A Sony diz ter como meta que todo título do PS4 seja jogável no Vita.

Esse foi mais um dos itens criticados por muitos pela falta de criatividade da empresa, em criar um sistema semelhante com o de outro console. Porém, a Sony já fez algo semelhante entre o seu antigo portátil, o PSP e o PS3, podendo-se jogar alguns jogos de um sistema no outro muito antes do Wii U ganhar vida. A lista de jogos que suportava esse recurso foi pequena, não tendo muito suporte das desenvolvedoras. Alguns possíveis são: Lair (PS3), Resistance Retribution (PSP), BlazBlue (PS3), todos os jogos do PS1 disponíveis na PSN.

 

Novas tecnologias

Muitas desenvolvedoras já estão se preparando para entrar de cabeça nos consoles da nova geração, e outras já estão com a mão na massa. Duas delas, especificamente, apresentaram-se no evento e deram uma mostra do poder de fogo do novo console.

Quantic Dream

David Cage, da Quantic Dream (Heavy Rain, Beyond: Two Souls), foi ao palco para mostrar em todo o seu esplendor sua nova engine trabalhando no novo console. Nela, podemos ver o rosto de um senhor com altos níveis de detalhes faciais, uma das especialidades do estúdio que trabalha com captura de movimento com atores reais para seus jogos. Cage comenta que com a evolução alcançada do PS4, os mais altos níveis de detalhes e nuances de emoções vão poder ser levadas ao gamer, assim como o cinema “que evoluiu para permitir que percebêssemos emoções sutis nos olhos de atores”, segundo ele, a ideia de Cage é emular esse mesmo tipo de experiência. “Você pode ver a alma desse velho só de olhar para ele”.

Square Enix

A Square Enix apresentou mais uma vez a sua já conhecida engine Luminous Studio, introduzida já na E3 de 2012 como promessa para a próxima geração de games da empresa. A única promessa que a Square deixou o ar foi a de apresentar mais de Final Fantasy, mas apenas na E3.

 

Os primeiros jogos

Como não poderia faltar, também já foram anunciados os primeiros jogos para o novo console da Sony, exclusivos e multi-plataforma.

Knack

O primeiro jogo a ser anunciado foi Knack, mostrado rodando em PS4 e no PS Vita via Streaming, um game de ação no estilo plataforma, aparentemente com um grande enfoque no humor.

 

Killzone: Shadow Fall

Novo título da série de tiro em primeira pessoa para o console, ainda não se tem muita informação sobre o game, mas foi mostrado um gameplay de uma demo que impressionou pela ótima qualidade gráfica.

 

Driveclub

Jogo de corrida desenvolvido pela  Evolution Studios, promete trazer carros e pistas reais, e um app onde será possível desafiar um amigo ou várias pessoas pelo mundo atraves de seu Smartphone.

 

Infamous: Second Son

Terceiro jogo da série Infamous é oficializado. O jogo se passa em uma cidade em estado de ‘sitio’, onde sob vigilância pesada, mostra uma pessoa com super poderes desafiando os ‘controladores’.

 

The Witness

O criador do game Braid, Jonathan Blow, subiu ao palco para falar mais de seu novo lançamento, o game The Witness. O jogo de Puzzles em uma ilha deverá ter em torno de 25 horas de jogatina, e segundo Blow, cada hora do jogo, cada quebra-cabeça resolvido, tem um sentido de ser no game.

 

Deep Down (título provisório)

A Capcom também mostrou como está se preparando para aportar nos consoles da nova geração. Com a sua engine criada para esse propósito, a Panta Rhei, mostra o novo jogo de trabalho da empresa, Deep Down. O vídeo impressiona pela qualidade e beleza, mostrando um cavaleiro lutando contra um dragão. Há cenas de ação intensas no vídeo, e durante dá para saber se é uma cena em CG ou um gameplay, mas há momentos em que aparece um sistema de armas no canto inferior esquerdo, sugerindo que possa realmente ser um gameplay.

 

Watch Dogs

A Ubisoft esteve presente e oficializou seu mais novo título, Watch Dogs também para PS4, embora não tenha revelado se haverá mudanças ou não das versões para as plataformas atuais para a nova. Foi mostrado um gameplay do game rodando no sistema, e o jogo é prometido para chegar juntamente com o lançamento do console.

 

Diablo III

A Blizzard em parceria com a Sony voltará aos consoles lançando Diablo III para PS3 e PS4. A versão do PS3 já está pronta, então devemos aguardar detalhes logo, já a do PS4 deve chegar no lançamento do console. Veja o momento do anuncio do game ni vídeo abaixo:

 

Destiny

O estúdio criador do game Halo, Bungie apresenta seu novo jogo de tiro em primeira pessoa, Destiny. O game também chegará a atual geração de consoles, mas os produtores garantem que o game será muito mais incrível não novo console. Não foram reveladas datas, mas o jogo deve chegar apenas em 2014.

 

Em nossas casas ainda em 2013

Ao fim da conferência, a mensagem no telão oficializava o PS4 ainda para o natal desse ano.

lancamento[1]

 

Sem revelar uma data, preços ou o próprio console em si, assim a Sony encerrou seu evento em NY. Muita gente achou a estratégia da empresa um tanto quanto estranha, de anunciar sem mostrar, porém ninguém pode negar que a curiosidade ainda reina, e esse assunto ainda tem muito o que render, para o bem ou para o mal da gigante Sony, que tem nos últimos tempo enfrentado forte crise financeira, tendo no Playstation 4 o ótimo suporte para a sua reviravolta, ou o fracasso total, como muitos já citam estar fadada.

Ainda não temos datas para o anúncio da empresa rival, a Microsotf, que na geração passada, se adiantou a Sony e mostrou antes o seu console. Para todos os efeitos, a E3 é o palco principal para as revelações de ambas as gigantes. Fiquem ligados, qualquer novidade, você acompanha aqui na GamesBrasil!

Comments

comments