[REVIEW] Darkest Dungeon

by

Sucesso no Kickstarter, o RPG Indie de extrema dificuldade da Red Hook Studios chega com exclusividade à Steam carregando referências lovecraftianas e um clima gótico envolvente.

Minha história com Darkest Dungeon começou com o apelo da propaganda: o jogo VIVIA sendo indicado para mim pela Steam. Eu, como bom gamer, comecei a ficar com a pulga atrás da orelha: “hmm, jogo indie…será que só não é mais um RPG em turnos barato? Mas os gráficos são tão bonitos…”.  Vencido (melhor dizendo: DESAFIADO) pela tag “difícil”, resolvi dar uma chance. Resultado: eu nunca fui tão humilhado e maravilhado ao mesmo tempo em meros 15 minutos de gameplay (que se tornaram horas).

Apesar de estar em acesso antecipado, Darkest Dungeon já mostrou bem para o que veio: fazer o gamer realmente sofrer. A mecânica de RPG em turnos é simples, quase clássica, se não fosse por um elemento invador: a barra de ESTRESSE. Formada por duas fases, ela é preenchida de acordo com as decepções que o personagem sofre: passar de turno, tomar dano crítico, ver um companheiro de party à beira da morte, entre outros. Preenchendo a barra de estresse uma primeira vez, o personagem é levado à um teste psicológico, onde ele pode ceder à pressão e ficar louco ou superá-la e tomar uma posição heroica. O resultado desse teste afeta todo o gameplay, já que o personagem pode animar os outros (diminuindo o estresse) ou ofendê-los (quando erram um golpe ou algo parecido). Ele também pode se curar ou passar de turno, buffar personagens ou recusar à cura que um deles oferece. O estresse só pode ser aliviado em bares, bordéis ou por flagelo, orações e outros. O personagem que preencher a barra de estresse duas vezes sofre um ataque cardíaco e morre.

darkest-dungeon-malcolm-x-problems

“Quero tomar porrada, véio, não me cura!”

 

Dá pra ficar mais difícil sim!

Achou pouco? O jogo conta também com um sistema de defeitos (afflictions), qualidades (heroic bonuses) e doenças (quirks) que afetam diretamente o desempenho de seu personagem e a maneira de aliviar o estresse dele. Por exemplo: o Crusado tem o defeito (polêmico) de temer a Deus, então seu estresse só pode diminuir se ele rezar. O bêbado só pode aliviar o estresse no bar e um personagem com Sífilis terá -5 ACC, -10% DMG, -10% MAX HP. Os defeitos de um personagem pode se fixar e tanto eles quanto as doenças podem ser curadas no…manicômio.

15772643618_14e6a7939f_b

“Umas doses, prazeres da carne ou…”

download

“…uma injeção na testa logo resolvem seus problemas emocionais”

Some tudo isso ao fato dos personagens morrerem DE VEZ (sem Phoenix Down pra galera), os tentáculos sendo lançados por feitiços (numa clara influência lovecraftiana) e ao leque de 15 classes (2 a serem lançadas) e você terá uma experiência mais desafiadora que Dark Souls.

Então se você gosta de RPG em turnos, H. P. Lovecraft e masoquismo virtual, Darkest Dungeon vai te levar à um novo limite. Tem coragem?

darkest_dungeon_4_

 

Comments

comments