[REVIEW] This War of Mine

by

O que você faria se seu país entrasse em guerra civil? Como sobreviver num ambiente hostil, com poucos recursos e sem a possibilidade de fuga? This War of Mine te coloca na pele de uma vítima de guerra para que você possa descobrir.

Lançado pela 11-bit Studios em novembro do ano passado (2014), This War of Mine veio para mostrar uma outra faceta do cenário de guerra que estamos acostumados a ver. Enquanto jogos como Battlefield, Call of Duty e outros te colocam na pele de um soldado, em This War of Mine seu papel é de sitiado.

No controle de um grupo de pessoas que perderam a última extração de civis e contam apenas uns com os outros para sobreviverem num refúgio destruído pelos bombardeios, enfrentando a dificuldade da escassez de recursos, o player conta com uma jogabilidade um tanto simples, mas que deve ser bem gerenciada.

Cada dia é dividido em duas fases: durante o dia seu abrigo deve ser explorado (para coleta de recursos deixados pelos antigos moradores) e melhorado com aquilo que foi coletado para poder manter a qualidade de vida. Com uns pedaços de madeira e alguns parafusos é possível construir uma cama, evitando que um de seus refugiados durma no chão e passe mal. Com alguns cartuchos, pólvora e uma mesa de trabalho é possível fazer munição. É nessa fase do dia em que você também pode ser visitado por vizinhos, receber outro refugiado ou mesmo trocar produtos com um cambista.

Coletando recursos

twom-plan

À noite a coisa fica um pouco mais interessante. O player é apresentado a um mapa da cidade, onde tem que escolher um local para “coleta”, o coletor e a função dos que vão ficar no abrigo (vigiar, dormir, dormir na cama, etc). Sua casa pode ser invadida nessa fase também. Os mapas, por sua vez, possuem uma diversidade de acontecimentos que mexe com o emocional do jogador. Num dos meus primeiros locais de coleta, por exemplo, entrei numa casa com dois idosos, onde o senhor me implorou que não machucasse sua senhora, pegasse pouca comida e deixasse os remédios, pois sua senhora estava muito doente. Por mais que no começo do jogo seja fácil virar as costas e ir embora, a gradativa falta de recursos faz com que você seja obrigado a fazer o que não faria numa situação normal para poder sobreviver. Além do exemplo citado, você pode impedir que um soldado estupre uma adolescente, pode invadir uma igreja com refugiados ou mesmo lidar com um filho que quer deixar o pai vivo. Sua casa também pode ser invadida durante essa fase, por isso é importante reforçá-la e manter um dos refugiados como vigia.

This-War-of-Mine2640200-twom_screen_pax_01

Na escolha do mapa deve-se levar em conta também o recurso que mais necessita, sendo este indicado no mapa.

A escolha de seus atos influencia também o emocional dos refugiados. Um coletor que rouba, por exemplo, pode se culpar ou mesmo ser culpado por outros colegas, ficando triste ou mesmo entrando em depressão. Alguns refugiados são alcoólatras, fumantes ou viciados em cafeína, sofrendo instabilidades emocionais quando entram em abstinência da substância que são dependentes. O jogo oferece várias opções que podem animar os ânimos dos refugiados, como tocar violão, oferecer ajuda aos seus vizinhos ou a qualquer outra pessoa que esteja em necessidade. Estabilidade emocional é tão (senão mais) importante quanto a física.

ghwzhwvrqtxnwugsd4st04

 

Esses e outros fatores tornam a experiência de This War of Mine única, mudando a forma como enxergamos a guerra e explorando os dramas dos que vivem no meio de suas tragédias. Garanta o lenço antes da jogatina, pois com certeza você se emocionará.

Fazendo o bem na vida real também!

thumbnail551e873bbc9b1charityeb

Caso adquira o jogo, considere (fortemente) comprar a DLC War Child Charity, que enfeita as ruas do jogo com artes urbanas feitas por vários artistas do globo. Toda a doação vai para a organização War Child, que cuida de crianças vítimas de guerras por todo o globo (conheça a organização AQUI). Existem três opções de doação: R$ 2,19R$ 19,99 e R$ 36,99.

This War of Mine está disponível para PC, Mac, Android e iOS.

IMG_3261

Comments

comments

Liked it? Take a second to support Rafael Santana on Patreon!